VOLUME 30 - EDIÇÃO 93 Set/ Dez - 2013

Editorial
Artigo Original

2 - Habilidades sociais em crianças com queixas de hiperatividade e desatenção

Social skills in children claimed with hyperactivity and listlessness

Keiteuicia Guidolim; Tais de Lima Ferreira; Sylvia Maria Ciasca

Rev. Psicopedagogia 2013;30(93):159-168

Resumo PDF Português

INTRODUÇÃO: Alterações na atenção e no comportamento, como a hiperatividade e impulsividade, são pesquisadas por diversas áreas, entre elas a saúde e a educação, visando à compreensão dos processos relacionados a esse transtorno, bem como das alterações comportamentais e sociais. Este trabalho teve como objetivo verificar quais são as habilidades sociais alteradas e o quanto estas influenciam no desenvolvimento social da criança com queixa de desatenção e hiperatividade.
MÉTODO: Foram avaliadas 28 crianças, frequentadoras do ensino público fundamental I, que apresentavam queixas de hiperatividade e desatenção, com idade entre 6 e 12 anos, que compuseram dois grupos GI (Queixas de desatenção) e GII (Queixa de desatenção e hiperatividade). Para avaliação das habilidades sociais foi utilizado o IMHSC-Del-Prette (Inventário Multimídia de Habilidades Sociais de Crianças).
RESULTADOS: Diante da análise estatística não houve diferenças significativas entre os grupos no que se refere às habilidades sociais. Na comparação do grupo geral com a amostra de referência do IMHSC-Del-Prette, foi observada que a média referente à resposta do grupo pesquisado está abaixo do intervalo médio da norma de referência, inferindo alguns déficits nos comportamentos sociais.

3 - Habilidades perceptivas visuais e qualidade de escrita de escolares com dislexia

Visual perceptual skills and writing quality of students with dyslexia

Mariana Banzato Stenico; Simone Aparecida Capellini

Rev. Psicopedagogia 2013;30(93):169-176

Resumo PDF Português

OBJETIVOS: Os objetivos deste estudo foram caracterizar e comparar o desempenho perceptivo visual e qualidade de escrita de escolares com dislexia e com bom desempenho acadêmico, e relacionar as habilidades percepto-viso-motoras e a qualidade de escrita de escolares com dislexia e com bom desempenho acadêmico.
MÉTODO: Participaram deste estudo 40 escolares, sendo 35 do gênero masculino e 5 do gênero feminino, na faixa etária de 8 a 11 anos e 11 meses, que frequentam do 3º ao 5º ano de escolas públicas municipais de Marília-SP, divididos em dois grupos: grupo I (GI), composto por 20 escolares com o diagnóstico interdisciplinar de dislexia, e grupo II (GII), composto por 20 escolares com bom desempenho escolar. Como procedimento, foram utilizados o Teste de Habilidades Perceptuais Visuais - TVPS-3 e a Escala de Disgrafia.
RESULTADOS: Os resultados deste estudo revelaram que os escolares com dislexia apresentaram dificuldades nas habilidades visuais referentes à discriminação e à memória. Além das habilidades de discriminação e memória, também foi evidenciado desempenho inferior nas habilidades de relação viso-espacial e constância de forma, e desempenho inferior de todas as habilidades visuais em comparação à idade cronológica. Entretanto, o grupo de escolares com bom desempenho acadêmico também apresentou desempenho inferior nas habilidades de relação viso-espacial e constância de forma.
CONCLUSÕES: O estudo aponta para o fato de que, talvez faltem investimentos da escola em atividades que envolvam experiências visuais e viso-motoras, que propiciem o desenvolvimento das habilidades visuais necessárias para o desenvolvimento da leitura e da escrita. Mesmo sem a ocorrência de diferença estatisticamente significante entre os grupos deste estudo para a disgrafia, é possível observarmos que um maior número de escolares disléxicos apresentou presença de disgrafia.

4 - Tomada de consciência: possibilidade de prevenção de dificuldades na construção do espaço topológico em alunos de educação infantil

Awareness: possibility of prevent difficulties in the construction of topological space in students from child education

Lilian Alves Pereira; Geiva Carolina Calsa

Rev. Psicopedagogia 2013;30(93):177-188

Resumo PDF Português

INTRODUÇÃO: A compreensão espacial é necessária para que o indivíduo possa ter diversas oportunidades de exploração de tamanho, direção e posição no espaço, permitindo que interprete e compreenda os objetos, classificando-os e organizando-os de acordo com suas propriedades. A partir dessas considerações, este trabalho tem por objetivo apresentar parte de pesquisa realizada entre os anos de 2007 a 2009 para a dissertação de mestrado em educação, apresentada ao Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Estadual de Maringá, cujo objetivo foi verificar a influência de intervenção pedagógica de caráter construtivista com ênfase na área psicomotora e tomada de consciência da ação sobre a ampliação de conceitos topológicos de crianças de 4 a 5 anos da Educação Infantil.
MÉTODO: Fizeram parte da pesquisa 60 crianças com faixa etária entre 4 e 5 anos de um Centro de Educação Infantil do município de Maringá/PR. Os dados referiram-se a mudanças na construção das noções topológicas, bem como à tomada de consciência desses conceitos por parte das crianças investigadas. Para tanto, foram analisadas as entrevistas individuais, nas quais as crianças realizavam as atividades.
RESULTADOS: Os resultados evidenciaram que, no processo de tomada de consciência, as crianças foram capazes de alterar suas estruturas cognitivas em relação aos conceitos topológicos, que são considerados fundamentais para o desenvolvimento do autoconhecimento, da autonomia e da intencionalidade das ações para as séries iniciais.
CONCLUSÕES: Os resultados demonstram com evidência que a prática pedagógica, se baseada nesses princípios teóricos e metodológicos, pode promover a reestruturação de seus conhecimentos prévios.

5 - Treinamento breve de consciência fonológica: impacto sobre a alfabetização

Brief training of phonological awareness: impact on literacy

Carolina Bernardi de Novaes; Fabíola Mishima; Patrícia Leila dos Santos

Rev. Psicopedagogia 2013;30(93):189-200

Resumo PDF Português

OBJETIVO: O objetivo deste trabalho foi avaliar o impacto de um treinamento de consciência fonológica breve sobre o processo de alfabetização.
MÉTODO: Foram avaliados, por meio do Raven, TDE e CONFIAS, 47 alunos de primeira série, sendo que 23 receberam o treinamento e 24 formaram o grupo controle. O treinamento incluiu atividades de rima, aliteração, consciência de palavras, de sílabas e de fonemas.
RESULTADOS: Após a intervenção, observou-se melhora de desempenho em leitura e escrita nos dois grupos. Os resultados do CONFIAS demonstraram melhora significativa do grupo experimental em consciência silábica (t=2,662; p=0,011) e consciência fonológica (t=2,460; p=0,018).
CONCLUSÕES: Conclui-se que o treinamento breve aplicado teve efeito positivo, especialmente sobre o desenvolvimento de consciência fonológica, o que pode beneficiar o aprendizado de leitura e escrita.

6 - Os sentidos da aprendizagem para professores da educação infantil, ensino fundamental e médio

The meanings of learning for early childhood education, elementary and high school teachers

Juliana Soares de Jesus; Vera Lucia Trevisan de Souza; Ana Paula Petroni; Lilian Aparecida da Cruz Dugnani

Rev. Psicopedagogia 2013;30(93):201-211

Resumo PDF Português

OBJETIVO: A pesquisa que ora apresentamos teve como objetivo compreender os sentidos atribuídos pelo professor à aprendizagem escolar.
MÉTODO: Adotaram-se como aporte teórico e metodológico os pressupostos da Psicologia Histórico-Cultural, com ênfase à acepção de Vygotsky sobre desenvolvimento e aprendizagem. A investigação teve como sujeitos 11 professores de duas escolas públicas de uma cidade do interior de São Paulo, sendo uma de educação infantil e outra de ensino fundamental e médio. Como instrumento de coleta de dados foram realizadas entrevistas semiestruturadas.
RESULTADOS: Os resultados indicam que os sentidos da aprendizagem se configuram embasados pela incompreensão do processo de aprendizagem e pela crença de que os diferentes ritmos e formas dos alunos se envolverem com o ensino se constituem como problemas de aprendizagem que podem ser resolvidos por tratamento médico, e não pela efetivação de práticas de ensino mais efetivas, embasadas na compreensão de como se dá o processo de desenvolvimento e aprendizagem de crianças e jovens.

Artigo Especial

7 - Reflexões sobre inclusão: desamparo e compromisso ético

Reflections on inclusion: helplessness and ethical commitment

Leda Maria Codeço Barone

Rev. Psicopedagogia 2013;30(93):212-217

Resumo PDF Português

Sem negar a importância de se pensar na questão da inclusão e no provimento de ações capazes de atender às necessidades especiais dos indivíduos e grupos, o presente trabalho pretende refletir sobre o tema a partir do conceito de desamparo estrutural e do trabalho da cria humana para aceder à ordem da cultura. Tal consideração aponta para o perigo de medidas protetoras e paternalistas, que no lugar de orientarem-se em direção ao compromisso ético, reforçam a dependência, a submissão e a infantilização. Assim, o ponto vivo da reflexão do presente trabalho é trabalhar a ideia de que toda e qualquer ação de inclusão deve ter como horizonte a construção do rosto. Construção nascida dos embates entre desamparo estrutural e a Ananké orientará o homem em seu compromisso ético de inventar com trabalho e pena seu caminho na história humana.

8 - Contribuições da neuroimagem para o diagnóstico de dislexia do desenvolvimento

Contributions of neuroimaging for the diagnosis of developmental dyslexia

Marina Lotufo Esvael Rodrigues; Sylvia Maria Ciasca

Rev. Psicopedagogia 2013;30(93):218-225

Resumo PDF Português

A eficácia da neuroimagem como comprovação do diagnóstico de dislexia é indiscutível. Mesmo não havendo tratamento medicamentoso ou de qualquer outra espécie, as providências que possam ser tomadas na vida escolar e no dia-a-dia do paciente são imprescindíveis, podendo mudar sua vida positivamente. O presente estudo tem como objetivo realizar uma análise de artigos que relacionam neuroimagem e dislexia, apresentando, ainda, como objetivos específicos, determinar a quantidade de artigos publicados nos últimos cinco anos em revistas indexadas, relacionados com o tema citado anteriormente; estabelecer o que esses achados contribuíram para o estudo desse distúrbio e quais bases foram os suportes para os artigos mencionados. Foi realizada revisão bibliográfica nas bases PubMed e SciELO, entre janeiro de 2008 e agosto de 2013. Os artigos analisados demonstram exames de imagem possibilitaram o início de pesquisas e o conhecimento mais a fundo das diferenças anatômicas e funcionais do sistema nervoso central dos portadores de dislexia do desenvolvimento quando comparados a indivíduos que não apresentam tal condição.

Artigo de Revisão

9 - Estratégias metacognitivas como intervenção psicopedagógica para o desenvolvimento do automonitoramento

Metacognitive strategies and psychopedagogical intervention for the development of self-monitoring

Cláudia Dantas; Camila Cruz Rodrigues

Rev. Psicopedagogia 2013;30(93):226-235

Resumo PDF Português

O conceito de metacognição está relacionado à consciência e ao automonitoramento do ato de aprender. É a aprendizagem sobre o processo da aprendizagem ou a apropriação e comando dos recursos internos se relacionando com os objetos externos. A metacognição é a capacidade do ser humano de monitorar e autorregular os processos cognitivos. O presente trabalho constitui-se de um levantamento bibliográfico do tema metacognição como intervenção psicopedagógica para o desenvolvimento do automonitoramento. O objetivo deste estudo foi investigar, nos trabalhos selecionados, conceito de metacognição, instrumentos utilizados nas pesquisas, público alvo, formas de intervenções psicopedagógicas e principais achados. Foi realizado levantamento de artigos nacionais publicados sobre o tema nas principais bases de dados SciELO, Capes, BVS-Psi e PePSIC. Dentre os artigos encontrados, foram selecionados cinco estudos, por apresentarem pesquisas de campo com estudantes, cujo enfoque foi a identificação dos recursos metacognitivos para a aprendizagem. A partir desse levantamento, foi realizada análise demonstrativa entre os estudos elencados. Dentre os cinco estudos analisados, foi observado que quatro deles estavam voltados a pesquisas sobre processos de leitura de textos genéricos e o último buscou investigar processos de interpretação de textos de problemas matemáticos. A faixa etária de universitários foi predominante, com enfoque na análise da formação de estudantes. Diante dos resultados, a discussão voltou-se à necessidade de se desenvolver a metacognição no processo educativo.