INSTRUÇÕES AOS AUTORES

A Revista Psicopedagogia, órgão oficial de comunicação da Associação Brasileira de Psicopedagogia, tem por objetivo publicar artigos inéditos na área de psicopedagogia, e áreas afins, em especial: resultados de pesquisa de caráter teórico/empírico; revisões críticas da literatura de pesquisa educacional – temática ou metodológica – e reflexões críticas sobre experiências que ampliem e aprofundem o conhecimento nas áreas da educação e da saúde  e que não tenham sido publicados em outros periódicos.
A Revista Psicopedagogia utiliza as normas de Vancouver (Uniform Requirements for Manuscript Submitted to Biomedical Journals), organizadas pelo International Committee of Medical Journals Editors, disponíveis em http://www.icmje.org e aceita para publicação as seguintes categorias de artigos:
1. Artigo Original: relato completo de investigação, limitado a 20 páginas. Sua estrutura deve conter: introdução, métodos (procedimentos básicos), resultados, discussão e conclusão. Deve conter ainda: resumo e summary, unitermos e keywords.
2. Artigo de Revisão: revisão crítica da literatura abordando conhecimentos sobre determinado tema de forma abrangente, mediante consulta, análise e interpretação da bibliografia pertinente. Limite: 20 páginas e deve incluir resumo e summary, unitermos e keywords.
3. Relato de Pesquisa ou Experiência: análise de implicações conceituais/investigação e descrição de pesquisas originais. Limite: 20 páginas e deve conter: resumo e summary, unitermos e keywords.
4. Dissertação, Tese e Monografia: Limite: 20 páginas e deve conter: resumo e summary, unitermos e keywords.
5. Resenha de Livros: abordagem de obra recém-publicada. Limite: 4 páginas. Dispensam resumo e summary, unitermos e keywords.
6. Ponto de Vista: temas de relevância para o conhecimento científico e universitário apresentados na forma de comentário que favoreçam novas ideias ou perspectivas para o assunto. Limite: 4 páginas. Dispensa resumo e summary, unitermos e keywords.
7. Artigo Especial: textos elaborados a convite do editor responsável, de grande relevância para a especialidade, não classificáveis nas categorias de artigos listadas anteriormente. Deve conter: resumo e summary, unitermos e keywords.

INFORMAÇÕES GERAIS
A submissão de manuscritos deverá ser realizada exclusivamente por correio eletrônico (e-mail): publicacao@abpp.com.br . Os arquivos devem permitir a leitura pelos programas do Microsoft Office® (Word e Excel). Não serão aceitos arquivos em PDF.
O conteúdo do material enviado para publicação na Revista Psicopedagogia não pode ter sido publicado anteriormente, nem submetido para publicação em outros veículos de comunicação. A Revista Psicopedagogia possui os direitos autorais de todos os artigos por ela publicados.
A reprodução total ou parcial dos artigos em outras publicações requer autorização por escrito do Editor.
Todos os artigos publicados são revisados e submetidos à avaliação por membros do Conselho Editorial. A decisão sobre a aceitação do artigo para publicação ocorrerá, sempre que possível, no prazo de três meses a partir da data de seu recebimento.
Na seleção dos artigos para publicação, são avaliados a originalidade, a relevância do tema, a qualidade da metodologia científica utilizada e a adequação às normas editoriais adotadas pela revista.
Ainda ao Corpo Editorial cabe sugerir modificações nos artigos  a fim de que estes possam se  adequar aos padrões da revista e para agilizar seu processo de submissão ou publicação ou, cabe a recusa do artigo, se estiver fora dos critérios exigidos. O Corpo Editorial se reserva ao direito de manter o sigilo sobre os motivos específicos da recusa da publicação e sobre o nome dos pareceristas que avaliaram o texto.
Previamente à publicação, será encaminhado, para os autores, um PDF do artigo já diagramado para sua aprovação.

PREPARAÇÃO DOS TRABALHOS
Os artigos podem ser escritos em português ou espanhol, e devem se enquadrar em uma das diferentes categorias da revista. Os manuscritos devem ser apresentados nesta sequência: página título, resumos em português e inglês (summary), keywords, unitermos, texto, referências, tabelas, gráficos e/ou ilustrações.

PÁGINA TÍTULO
Deverá conter:
A) título do trabalho em português e inglês;
B) nome, sobrenome do(s) autor(es) e instituição pertencente(s);
C) nome e endereço da instituição onde o trabalho foi realizado;
D) título resumido (não exceder quatro palavras);
E) Carta de apresentação, contendo assinatura de todos os autores, responsabilizando-se pelo conteúdo do trabalho, concordando com as normas de publicação e cedendo o direito de publicação à Revista Psicopedagogia. Apenas um autor deve ser indicado como responsável pela troca de correspondência, com os seus respectivos telefone, e-mail e endereço para contato.
F) Aspectos éticos – Carta dos autores revelando eventuais conflitos de interesse (profissionais, financeiros e benefícios diretos ou indiretos) que possam influenciar os resultados da pesquisa. Na carta deve constar ainda a data da aprovação do trabalho pelo Comitê de Ética em Pesquisa da instituição à qual estão vinculados os autores.

ESTRUTURA DO TEXTO
Os Artigos Originais devem conter, obrigatoriamente:
A) RESUMO e SUMMARY: Este item é obrigatório também, para os Artigos de Revisão, Relato de Experiência ou Pesquisa, Dissertação, Tese e Monografia, devendo conter no máximo 250 palavras. Após o resumo deverão ser indicados no máximo seis Unitermos (recomenda-se o vocabulário controlado do “Decs-Descritores em Ciências da Saúde”, publicação da Bireme (www.bireme.br/terminologiaemsaude).
O Summary (tradução do resumo para o inglês) deve acompanhar o mesmo modelo do resumo e ser seguido de Keywords (tradução dos Unitermos para o inglês).
B) Introdução: Deve conter o propósito do artigo e sintetizar a lógica do estudo, estabelecer as premissas teóricas que levaram os autores à curiosidade do tema, determinar porque o assunto deve ser estudado, esclarecendo falhas ou incongruências na literatura e/ou dificuldades na prática diária que tornem o trabalho interessante ao especialista;
C) Métodos (Procedimentos Básicos): Breves descrições dos procedimentos utilizados;
D) Resultados: Síntese dos achados, podendo ser apresentados com figuras ou tabelas que ilustrem pontos importantes;
E) Discussão: Nesta seção, espera-se que o autor demonstre conhecimento pessoal e senso crítico em relação ao seu trabalho, cotejando os resultados obtidos com os disponíveis na literatura. Os comentários devem ser relacionados a abrangência, posicionamento e correlação do estudo com outros da literatura, bem como incluir limitações e perspectivas futuras;
F) Conclusão: Devem ser concisas e responder apenas aos objetivos propostos.

AGRADECIMENTOS
Se houver, devem ser apresentados ao final do texto, mencionando-se os nomes de participantes que contribuíram, intelectual ou tecnicamente, em alguma fase do trabalho, mas não preencheram os requisitos dos critérios de autoria; bem como, às agências de fomento que subsidiaram as pesquisas que resultaram no artigo publicado.

REFERÊNCIAS
As referências devem ser dispostas por ordem de entrada no texto e numeradas consecutivamente de forma sobrescrita, sendo obrigatória sua citação. Exemplo: como já demonstraram diversos autores6,9,15. Na listagem, devem ser citados todos os autores do trabalho, quando até seis; acima deste número, citam-se os seis primeiros seguidos de et al. O periódico deverá ter seu nome abreviado segundo o Cummulated Index Medicus ou, se não for possível, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).
Exemplos de tipos de referências:
1. Padrão (Só um autor): Zorzi J. Programas para o desenvolvimento de habilidades cognitivas e linguísticas envolvidas na alfabetização e no aprendizado da ortografia: propostas metodológicas. Rev Psicopedagogia. 2018;35(108):340-7.
2. Padrão (Entre dois e seis autores): Leite RCD, Brito LRM, Martins-Reis VO, Pinheiro AMV. Consciência fonológica e fatores associados em crianças no início da alfabetização). Rev Psicopedagogia. 2018;35(108):306-17.
3. Padrão (Mais de seis autores): Araújo VJF, De Carlucci D Jr, Sasaki SU, Montag E, Azato FN, Cordeiro NC, et al. Perfil da incidência de câncer em hospital geral em São Paulo. Rev Hosp Clin Fac Med Univ São Paulo. 1998;53(1):110-3.
4. Ausência de autor: Cancer in South Africa [editorial]. S Afr Med J. 1994;84:15.
5. Organização como autor: Sociedade Brasileira de Cardiologia. III Diretrizes Brasileiras sobre dislipidemias. Arq Bras Cardiol. 2001;77(1):1-48.
6. Livros e outras obras monográficas - Autor(es) pessoal(is): Gasparian MC. A Psicopedagogia institucional sistêmica. São Paulo: Abril Cultural; 1997.
7. Capítulo em um livro: Piaget J. Problemas de epistemologia genética. In: Piaget J. Os pensadores. São Paulo: Abril Cultural; 1978. p. 211-71.
8. Dissertação/Tese: Mendes MH. Psicopedagogia: uma identidade em construção [Dissertação/Tese]. São Paulo: Universidade São Marcos; 1998.
9. Referência em formato eletrônico: Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Censo Demográfico e Estimativas; 1996 [acesso 2018 Dez 5]. Disponível em: http://www.ibge.gov.br

FIGURAS, TABELAS E GRÁFICOS
Serão aceitas no máximo seis ilustrações por artigo, as quais compreendem: figuras, tabelas, gráficos, diagramas, fotografias e desenhos esquemáticos. As ilustrações deverão ter resolução mínima de 300 dpi. O aproveitamento ficará condicionado à qualidade do material enviado e devem ser apresentados em arquivo separado e acompanhados de legenda que permita compreender o significado dos dados reunidos.
Assinalar, no texto, pelo seu número de ordem, os locais em que figuras, gráficos, quadros e tabelas devem ser inseridos. Quando extraídos de outros trabalhos previamente publicados, devem vir acompanhados da permissão, por escrito, para a sua reprodução.

ABREVIAÇÕES / NOMENCLATURA / NOTAS DE RODAPÉ
O uso de abreviações deve ser limitado. Quando expressões extensas devem ser repetidas, recomenda-se que suas iniciais as substituam após a primeira menção.
Esta deve ser seguida das iniciais entre parênteses.
Notas de rodapé somente serão publicadas se estritamente necessárias. Devem ser assinaladas no texto e apresentadas em folha separada, ou após as referências, com subtítulo nota de rodapé.