Editorial - Ano 2019 - Volume 36 - Edição 109

Editorial


Mais uma edição da revista Psicopedagogia para o nosso deleite e aprendizado. Nela, trazemos momentos de leitura que se misturam entre pesquisas, relatos de experiência e revisão de literatura. Essa mistura proporciona, àquele que lê, a curiosidade, o desejo de saber mais, descobrir o novo, reconstruir o já conhecido e, seguir no mundo da busca, do inusitado, querendo sempre saber mais.

O primeiro artigo apresentado nessa edição, “Avaliação neuropsicológica da memória operacional em escolares”, escrito pelas autoras Janaína Liz Aquino e Camila Maia de Oliveira Borges-Paraná, é resultado de uma pesquisa desenvolvida com alunos do Ensino Fundamental e Médio, cujo objetivo foi o de avaliar a memória operacional de escolares e correlacionar os resultados dessa avaliação com o desempenho acadêmico.

“Conhecimentos e práticas inclusivas acerca dos transtornos de aprendizagens mais frequentes no município de Venâncio Aires-RS”. Esse artigo, escrito por Grasielle Hoffmann Vogt e Alexandro Cagliari, tem como objetivo analisar o conhecimento que os professores dos anos finais do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Ensino de Venâncio Aires – RS têm acerca dos principais transtornos de aprendizagem. Os autores nos fazem refletir, em meio a sua pesquisa, sobre a importância da Educação Inclusiva nas instituições de ensino e da necessidade deste saber instituído entre aqueles que convivem no dia-a-dia nas escolas que abraçam esse tipo de Educação.

Em a “Relação entre índice de motivação escolar e desempenho acadêmico de crianças com Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade e grupo controle”, os autores Patrícia Vieira de Oliveira, Mauro Muszkat e Maria Fernanda Batista Coelho da Fonseca trazem um estudo sobre a relação entre índices de motivação escolar e desempenho acadêmico, em crianças com TDAH, comparadas com grupo de desenvolvimento típico, evidenciando as diferenças de conduta e resultado entre esses dois grupos analisados.

Beatriz Beloli de Oliveira e Rosangela Pereira Cabral, autoras do artigo “Psicopedagogia: Um olhar para a maternagem no desenvolvimento da aprendizagem do sujeito”, entendem que a Psicopedagogia considera a maternagem e sua complexidade de suma importância para o desenvolvimento do sujeito e sua aprendizagem. E, por essa razão, analisaram sob um olhar psicopedagógico a maternagem e o desenvolvimento da aprendizagem do sujeito em face a esse momento de vida.

O artigo “Processo ensino-aprendizagem do treinamento resistido: Pedagogia aplicada na educação não formal”, apresentado pelos autores Patrício Emílio Marin e Leandro Ferreira, tem como objetivo analisar as dimensões conceitual, procedimental e atitudinal do conteúdo, ensinadas pelos instrutores de treinamento resistido (TR), e nos mostrar a importância de explicar ao aluno em treino as origens e inserções das estruturas musculares, para que este possa ter a noção de um conceito sobre o exercício que está desempenhando e, em consequência, adquirir uma melhor compreensão sobre o TR.

“Quem são os alunos encaminhados para acompanhamento de dificuldades de aprendizagem?” é um artigo escrito por Luciana Vellinho Corso e Amanda de Oliveira Meggiato, as quais fazem um estudo sobre o perfil de alunos com dificuldades de aprendizagem, e a necessidade de encaminhá-los para um acompanhamento escolar. Neste estudo, as autoras chamaram a atenção, também, sobre a necessidade, não somente de se ter um cuidado especial com os alunos que trazem as dificuldades de aprendizagem, mas, também, a necessidade de cuidar da formação inicial e continuada dos professores.

No artigo Influência da qualidade do sono sobre a aprendizagem no ensino de ciências, os autores Wellington de Almeida Oliveira, Luan Kelwyny Thaywã Marques da Silva, Sear-Jasube de Oliveira Alves, Jaiurte Gomes Martins da Silva e Flávia Cristina Morone Pinto abordam a questão da qualidade do sono e a sua interferência na aprendizagem, especificamente no ensino de ciências. Com esse tema, estudaram a relação entre o cronotipo, o perfil comportamental e a efetividade das aulas práticas de ciências.

Numa revisão de literatura a autora Jací Carnicelli Mattos, ao passear por inúmeras leituras de vários autores, aborda o tema Alterações sensoriais no Transtorno do Espectro Autista (TEA): Implicações no desenvolvimento e na aprendizagem, e constata que as pesquisas realizadas nessa área, sobre dificuldades no processamento das habilidades sensoriais em indivíduos com Transtorno do Espectro Autista, reiteram a presença de alterações sensoriais nestes indivíduos.

Estudo sobre o sistema simbólico com foco no desenho – A construção de um olhar avaliativo é um relato de experiência apresentado por Laura Monte Serrat Barbosa, Carolina Koschnitzke Horst, Cristiane Corina Antunes, Dyane da Silva, Eugênia Chaves de Souza Pelogia, Ivonilce de Fátima Rigolin Gallo, Larissa Maria Volcov Alves, Roberta Aparecida Uceda e Tauani Vieira, no qual as autoras debruçam-se sobre o estudo do desenho cultivado, a imagem, a evolução do desenho na criança e a possibilidade de interpretação do desenho em um processo avaliativo psicopedagógico, com o objetivo de aprofundar o estudo sobre “O desenho na Perspectiva da Psicopedagogia”

Outro relato de experiência apresentado nesta edição, Assessoramento psicopedagógico no Ensino Superior, tendo como autores Thiago Silva Prado e Eliane Rose Maio, segue o caminho da experiência institucional no qual, através do olhar da Andragogia, Pedagogia e Psicopedagogia, buscam analisar o assessoramento psicopedagógico no Ensino Superior como uma ferramenta de apoio aos gestores, docentes e discentes, procurando identificar os benefícios que a Psicopedagogia pode proporcionar quando utilizada no Ensino Superior.

Uma boa leitura para todos.

Débora Silva de Castro Pereira
Editora