Artigos do Autor

7 resultado(s) para: Ricardo Franco de Lima

Consequências do transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (tdah) na idade adulta

Carolina Xavier Lima Castro; Ricardo Franco de Lima

Rev. Psicopedagogia 2018;35(106):61-72 - Artigo de Revisão

Resumo PDF Português

OBJETIVO: Revisar impactos do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) na idade adulta.
MÉTODO: Foram realizadas buscas em bases de dados online (Scielo e Bireme) e site de busca (Google Acadêmico). Os descritores utilizados foram "transtorno de déficit de atenção e hiperatividade" and "idade adulta" and "impactos" or "consequências". Os critérios de inclusão foram: artigos completos, publicados em Português, Inglês ou Espanhol. Foram excluídos aqueles que não responderam à questão da pesquisa.
RESULTADOS: Foram encontrados 776 estudos e selecionados 15 para análise. Desses, cinco são artigos de revisão e dez, empíricos. Os principais impactos evidenciados pelos estudos foram no desenvolvimento afetivo-emocional, educacional, desempenho profissional, gestão financeira, relacionamento interpessoal, relacionamento conjugal e exercício das funções parentais.
CONCLUSÃO: Adultos com TDAH possuem impactos negativos e significativos em diferentes aspectos de seu desenvolvimento e que podem ser mediados pelos déficits nas funções executivas. O diagnóstico precoce e intervenções adequadas podem minimizar tais impactos.

Estratégias de aprendizagem e sua relação com o desempenho escolar em crianças do Ensino Fundamental I

Kelly Cristina Ramires Prates; Ricardo Franco de Lima; Sylvia Maria Ciasca

Rev. Psicopedagogia 2016;33(100):19-27 - Artigo Original

Resumo PDF Português

O objetivo da presente pesquisa foi avaliar o repertório de estratégias de aprendizagem utilizadas por estudantes do ensino fundamental I e relacioná-lo com o desempenho em leitura, escrita e aritmética. Participaram do estudo 50 estudantes sem queixas de dificuldades de aprendizagem, de ambos os gêneros, 8 anos, cursando o 2o ano de duas escolas públicas, avaliados por meio da "Escala de avaliação das estratégias de aprendizagem para o ensino fundamental" (EAVAP-EF) e pelo "Teste de Desempenho Escolar" (TDE). As avaliações ocorreram individualmente no contexto escolar. Os resultados mostraram correlações estatisticamente significativas e positivas entre o desempenho em escrita, aritmética, leitura e total (TDE) e os escores de ausência de estratégias metacognitivas disfuncionais, estratégias cognitivas, estratégias metacognitivas e total (EAVAP-EF). A análise de regressão indicou que os diferentes escores da EAVAP-EF foram capazes de predizer o desempenho no TDE, principalmente em aritmética, leitura e total. O estudo permitiu identificar as relações e o valor preditivo das estratégias de aprendizagem para o desempenho escolar.

Amostra de desempenho de estudantes do ensino fundamental em testes de atenção e funções executivas

Ricardo Franco de Lima; Paula Pinheiro Travaini; Sylvia Maria Ciasca

Rev. Psicopedagogia 2009;26(80):188-199 - Artigo Original

Resumo PDF Português

O objetivo da presente pesquisa foi obter uma amostra referencial do desempenho de crianças sem dificuldades de aprendizagem, de ambos os sexos e faixa etária entre 7-10 anos de idade, em testes que avaliam a atenção e as funções executivas. Foram usados os instrumentos: para a atenção - Testes de Cancelamento e Trail Making Test - Parte A; para as funções executivas - Trail Making Test - Parte B, Stroop Color Word Test e Torre de Londres; para as habilidades escolares - Teste de Desempenho Escolar. Os resultados foram organizados em análises da amostra total e em função dos gêneros, idades e níveis de escolaridade. Foram obtidos efeitos da idade e da série escolar no desempenho dos testes, principalmente nos escores de tempo, de modo que, com o avanço da faixa etária e nível de escolaridade, o desempenho melhorou significativamente. Foram obtidas correlações entre os escores dos instrumentos, com o fator idade e com os escores do TDE.

Desempenho neuropsicológico e fonoaudiológico de crianças com dislexia do desenvolvimento

Ricardo Franco de Lima; Cíntia Alves Salgado; Sylvia Maria Ciasca

Rev. Psicopedagogia 2008;25(78):226-235 - Artigo Original

Resumo PDF Português

O objetivo deste estudo foi descrever o desempenho de crianças com dislexia do desenvolvimento por meio de uma bateria de avaliação neuropsicológica e fonoaudiológica. Participaram deste estudo 6 crianças de ambos os gêneros, com idade entre 9 e 11 anos. O protocolo de avaliação foi composto pelos seguintes instrumentos: a) para a avaliação neuropsicológica: Escala de Inteligência Wechsler, Teste Gestáltico Visomotor de Bender, Bateria Luria Nebraska, Testes de Cancelamento, Teste das Trilhas, Teste de Stroop, Torre de Londres, Teste Wisconsin, Inventário de Depressão Infantil e Inventário de Comportamentos na Infância e Adolescência; b) para a avaliação fonoaudiológica: prova de Nomeação Automática Rápida, Prova de Consciência Fonológica, leitura oral e escrita sob ditado, nível de leitura e redação temática. Os resultados evidenciaram que as crianças com dislexia apresentam alterações no tempo de nomeação para material verbal, dificuldades em provas de rima, segmentação, manipulação e transposição fonêmicas, nível de leitura aquém do esperado para escolaridade, escrita com trocas fonológicas e ortográficas. Apresentaram nível intelectual dentro da média esperada para a idade cronológica e prejuízos principalmente nas atividades que envolveram funções perceptuais, de memória, atenção e funções executivas. É fundamental que crianças com queixas escolares façam avaliação interdisciplinar, pois os achados auxiliam um diagnóstico preciso.

Comparação do desempenho de estudantes em instrumentos de atenção e funções executivas

Adriana Nobre de Paula Simão; Ricardo Franco de Lima; Juliane Cristhine Natalin; Sylvia Maria Ciasca

Rev. Psicopedagogia 2010;27(83):171-180 - Artigo Original

Resumo PDF Português

O objetivo da presente pesquisa foi comparar o desempenho de crianças, de ambos os gêneros, de faixa etária entre 7-12 anos, com e sem queixas de dificuldades de atenção e aprendizagem em instrumentos que avaliam a atenção e aspectos das funções executivas. Foram usados os seguintes instrumentos: Stroop Color Word Test, Trail Making Test A/B, Testes de Cancelamento e Torre de Londres. Os resultados foram organizados em função dos gêneros, distribuição de frequência das queixas e caracterização do desempenho. Foram obtidas diferenças significativas entre os grupos nos escores dos Testes. O grupo com queixas apresentou escores de tempo e erros aumentados em relação ao grupo sem queixas. No caso do escore da TOL, o grupo sem queixas apresentou escore maior.

Relações entre as funções executivas, fluência e compreensão leitora em escolares com dificuldades de aprendizagem

Evelyn Budal Porto Bovo; Ricardo Franco de Lima; Fernanda Caroline Pinto da Silva; Sylvia Maria Ciasca

Rev. Psicopedagogia 2016;33(102):272-282 - Artigo Original

Resumo PDF Português

O objetivo da presente pesquisa foi investigar as relações entre as funções executivas (FEs) e o desempenho em fluência e compreensão de leitura de escolares com dificuldades de aprendizagem. Participaram do estudo 29 estudantes, sendo 20 meninos e 9 meninas, cursando do 3º ao 9º ano do Ensino Fundamental, idade média de 11,79 (DP = 2,23), selecionados entre os pacientes que passaram por avaliação neuropsicológica no Ambulatório de Neuro-Dificuldades de Aprendizagem do Hospital de Clinicas (UNICAMP) e no Centro de Investigação da Atenção e Aprendizagem (CIAPRE). Foram utilizados os instrumentos: indice de memória operacional, subteste de digitos (ordem indireta), subteste sequência números e letras, cubos de corsi, teste das trilhas, teste cor-palavra de Stroop, teste de fluência verbal, torre de Londres, texto "A coisa" e teste de Cloze. Os dados foram analisados por meio do SPSS 21.0. Os resultados demonstraram correlações significativas entre os escores dos instrumentos variando de moderada a alta. As maiores correlações do desempenho em compreensão de leitura ocorreram com o controle inibitório, a memória operacional e a fluência verbal. É possível inferir que as FEs contribuem com os aspectos estratégicos e metacognitivos da leitura, sendo que estudos posteriores podem investigar o valor preditivo das FEs para a compreensão.

Estudo piloto de adaptação da bateria neuropsicológica luria-nebraska para crianças (LNNB-C)

Patrícia Abreu Pinheiro Crenitte; Adriana de Souza Batista; Luciana Silva; Ricardo Franco de Lima; Sylvia Maria Ciasca

Rev. Psicopedagogia 2011;28(86):117-125 - Artigo Original

Resumo PDF Português

INTRODUÇÃO: Em nosso País há carência de instrumentos neuropsicológicos para a avaliação das dificuldades de aprendizagem.
OBJETIVO: O objetivo do presente trabalho foi realizar estudo piloto de adaptação de algumas escalas da Bateria Neuropsicológica Luria-Nebraska (LNNB-C) em crianças sem dificuldades de aprendizagem.
MÉTODO: Participaram deste estudo 100 crianças de 8 anos a 8 anos e 11 meses. Os procedimentos incluíram construção da versão preliminar do instrumento, avaliação inicial, reformulação do instrumento e estudo piloto. Foram adaptadas as escalas de funções visuais, linguagem receptiva, linguagem expressiva, escrita, leitura, aritmética e memória.
RESULTADOS: Os resultados apresentam o desempenho da amostra total em termos de média dos escores-T, percentis (90% e 95%) e pontuações mínimas e máximas obtidas.
CONCLUSÃO: São sugeridos novos estudos para adaptação de outras escalas e para a busca de evidências de validade.