Artigos do Autor

1 resultado(s) para: Maria Helena dos Santos Fonseca

Resultados na aprendizagem de uma escola especial do Paraná com metodologia fonovisuoarticulatória

Maria Helena dos Santos Fonseca; Renata Savastano Ribeiro Jardini; Andréa Vilella de Paula

Rev. Psicopedagogia 2018;35(107):180-190 - Artigo Original

Resumo PDF Português

Diante das inúmeras situações de exclusão, descaso e descrença quanto à alfabetização da pessoa com deficiência intelectual e da falta de método de alfabetização da escola e dos educadores, surge a necessidade de pesquisa, procurando entender uma forma adequada de ensinar a pessoa com deficiência intelectual, considerando o despreparo dos educadores em relação à falta de um método de ensino como um dos fatores que impedem essa aprendizagem, não deixando de considerar que a triste trajetória do histórico que acompanha a pessoa com deficiência intelectual e que a rotula como incapaz, torna-se outro fator preponderante nessa não ensinagem. Pretende-se refletir se a falta de capacitações frequentes e dirigidas em cada escola em relação ao método de ensino da escola também contribui para esse fracasso escolar do deficiente intelectual, pois, dessa forma, o professor encontra-se sem um caminho seguro a trilhar. Por outro lado, mostra que o dinamismo em sala de aula, proporcionado por um bom planejamento com objetivos centrados e focados na necessidade do sujeito, pode influenciar nesse processo, e, com isso, pretende-se mostrar como a escola especial está agindo frente a essa demanda. O presente artigo pretende levantar situações reais no processo ensino aprendizagem na escola especial com a pessoa com deficiência intelectual, realizando um trabalho de intervenção junto ao aluno e ao educador, propondo um trabalho de estudo pelo educador, desafiando-o a aprender e a aplicar um método de alfabetização multissensorial, capaz de alcançar o deficiente intelectual na sua alfabetização e mudando a visão da sociedade quanto às escolas especiais. Pensando nessas inúmeras dificuldades, a Escola Ana Paula Nunes, mantida pela APAE em Mangueirinha, PR, escolheu fazer a diferença quando optou por ir em busca de algo novo, que viesse de encontro ao anseio latente da equipe gestora e pedagógica da escola, juntamente com os educadores, em realmente buscar uma aprendizagem exitosa e, fazendo a sua parte, mudar a visão que a sociedade tem das escolas especiais quando a enxergam como um depósito de crianças e adultos sem grandes ambições de sucesso. A equipe da APAE de Mangueirinha mostrou que o método multissensorial fonovisuoarticulatório escolhido para seu trabalho diário na escola proporciona segurança e direciona os educadores para a aplicação das atividades, sem ficarem perdidos procurando atividades aleatórias só para preencher tempo; ao contrário, que possam, por meio desses, sanar e mediar as diversas falhas cognitivas de seus alunos. A escola espera, com esse trabalho, mostrar a outras escolas e educadores resultados eficientes, permitindo reciclagens e aprendizagens continuadas. Assim, trazer benefícios a todos os envolvidos, alunos com bons resultados na alfabetização, respondendo aos anseios familiares, e corpo docente como um todo.